Covid

Protesto de rodoviários da CSN fecha entrada da Lapa; sindicato desconhece motivação

Por Antonio Carlos em 03/05/2021 às 14:19:44

Um protesto realizado por rodoviários demitidos pela empresa CSN fechou a entrada da Estação da Lapa, no início da tarde desta segunda-feira (3). O grupo reivindica o cumprimento do acordo parcial trabalhista, que prevê o pagamento do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e do seguro-desemprego (saiba mais aqui).

Segundo o G1, os trabalhadores deveriam receber esses pagamento hoje, mas os recursos ainda não foram debitados. Em nota, a Polícia Militar informou que acompanha a manifestação, feita de forma pacífica.

Procurado pelo Bahia Notícias, o vice-presidente do Sindicato dos Rodoviários, Fábio Primo, disse que o ato não foi organizado pela entidade. "Foram desligados da extinta CSN 1.118 trabalhadores e na sexta-feira passada começou a ser liberado o FGTS e o seguro-desemprego e aí você vê nas imagens que cerca de 20 rodoviários fazem uma manifestação na Lapa. Eu não sei lhe dizer qual o motivo que eles estão fazendo essa manifestação", declarou Primo.

O BN procurou também o vereador Tiago Ferreira (PT), também dirigente do sindicato. A assessoria do petista disse que o protesto não tem participação de diretores da entidade

A demissão dos funcionários da CSN se deu após o contrato da concessionária com a Prefeitura de Salvador caducar. Após meses de intervenção municipal, a empresa foi declarada incapaz de administrar a bacia e, então, a prefeitura assumiu a operação de vez (saiba mais aqui).

Fonte: Bahia Noticias

Comunicar erro
gostou anuncie aqui