Covid

Após irregularidades, prefeitura faz intervenção em serviço de gestora do Hospital Santa Clara

Por Antonio Carlos em 07/04/2021 às 00:59:03

O Hospital Santa Clara, no Itaigara, terá uma nova Organização Social (OS). Os motivos da troca são "possíveis irregularidades na execução do contrato" do Instituto Albatroz, empresa responsável pela gestão do equipamento. A prefeitura de Salvador, através da Secretaria de Saúde do município, já divulgou na última quarta-feira (31) um aviso de convocação emergencial para a contratação de uma OS.

De acordo com apuração do Bahia Notícias, entre as irregularidades estariam atrasos no pagamento de funcionários, falta de materiais e insumos e até mesmo ausência de equipamentos essenciais para o suporte de pacientes em unidade de terapia intensiva. Ao todo, desde o início da execução dos serviços, a organização social já recebeu R$ 1.635.677,85, de acordo com o sistema de transparência de Salvador.

"Destaca-se que a atual prestadora de serviços foi contratada mediante creenciamento de leitos, face a um Chamamento que encontra-se ativo na Secretaria Municipal de Saúde, no entanto, considerando as ocorrências havidas nos últimos dias, e visando a melhor prestação de serviços ao cidadão, a prefeitura não viu outra saída senão a substituição da mesma", pontuou a SMS.

A pasta, para reestabelecer "o ordeiro e exemplar serviço de saúde pública, prestado pela Prefeitura do Salvador", publicou a convocação emergencial para contratação de uma nova Organização Social (OS) que faça a gestão do equipamento em substituição imediata à atual prestadora.

O contrato de gestão da unidade, localizada no bairro do Itaigara, terá prazo de até 90 (noventa) dias, prorrogável por igual período, ou enquanto durar a pandemia do novo coronavírus, a contar da data de publicação do nome da vencedora da seleção emergencial no diário.

A secretaria revelou que está realizando "busca ativa junto aos Conselhos de Classe", assim como realiza tratativas com a Procuradoria Geral do Município, "sem prejuízo de também oficiar ao Ministério Público do Trabalho, sobre os profissionais que eventualmente tenham deixado de receber salários e outras verbas, com o fito de não permitir que o particular desrespeite-lhes em seus direitos trabalhistas".

PREFEITURA E O HOSPITAL SANTA CLARA

Anteriormente, sob responsabilidade do governo da Bahia, o hospital Santa Clara foi reaberto pela prefeitura de Salvador ainda na gestão do ex-prefeito ACM Neto (DEM) (relembre aqui). Ao todo eram 50 de enfermaria e 10 de terapia intensiva.

Com o crescimento de casos, mortes e internações pela Covid-19 em Salvador, a rede municipal de saúde abriu novos 10 leitos de UTI exclusivos para Covid no Hospital Santa Clara (veja aqui).

Fonte: Bahia Noticias

Comunicar erro
gostou anuncie aqui