Covid

Ministério da Mulher leva pauta anti-aborto para reunião de Conselho da ONU

Por Antonio Carlos em 22/02/2021 às 15:07:35

Um dos assunstos discutidos pelo Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH) na reunião do Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas (ONU), nesta segunda-feira (22), foi a pauta anti-aborto. "O Brasil continua firme na defesa da democracia, da liberdade, da família e da vida a partir da concepção", disse a ministra Damares Alves durante o evento.

De acordo com a assessoria de comunicação da pasta, ao longo do evento, ela destacou as ações do governo federal para a garantia de direitos humanos no Brasil em meio à pandemia do coronavírus e disse que o governo estruturou planos de contingências nos eixos de saúde, proteção social e proteção econômica, a fim de atender as necessidades de idosos, pessoas em situação de rua, pessoas com deficiência, famílias em localidades urbanas vulneráveis, além dos povos e comunidades tradicionais.

"Indígenas, quilombolas e outros povos isolados, por exemplo, foram beneficiados com mais de 700 mil cestas básicas para que se mantivessem em suas comunidades, longe de áreas de contaminação", declarou no evento que marcou a primeira reunião do conselho em 2021.

A ministra ressaltou ainda que o governo está atento à questão ambiental e à situação das quase 30 milhões de pessoas que vivem na Amazônia. Uma das iniciativas nesse sentido é o programa Abrace o Marajó, que conta com o investimento de US$ 900 milhões para levar desenvolvimento regional ao arquipélago paraense até 2023. "O Abrace o Marajó é o nosso novo modelo de desenvolvimento sustentável da Amazônia com ênfase na proteção da floresta e de quem vive nela", afirmou a ministra.

Além disso, Damares não deixou de mencionar o aumento dos investimentos para o combate à violência contra a mulher, o maior dos últimos cinco anos, as políticas destinadas às crianças e aos adolescentes e a proteção dos idosos.

Fonte: Bahia Noticias

Comunicar erro
gostou anuncie aqui