Vem pra Rua prepara ‘Tchau queridos’ contra políticos em 2018

Movimento que já mobilizou 6 milhões contra a corrupção vai fazer lista de parlamentares com 'selo negativo' e que 'não merecem ser reeleitos'O movimento Vem pra Rua começou a preparar o ‘Tchau queridos’ – lista de parlamentares que, segundo os critérios do movimento, ‘não merecem ser reeleitos em 2018’. O levantamento reúne dados como presença em sessões do parlamento, gastos públicos, processos judiciais e mudanças de siglas. A direção do Vem prá Rua alega que a lista tem o ‘intuito de informar e elucidar o cidadão para um voto mais consciente nas próximas eleições’. ‘Tchau queridos’ é resultado de uma parceria do Vem pra Rua com o Ranking dos Políticos. O Vem pra Rua informa que ‘não está associado nem é patrocinado por nenhum partido político’. A lista será composta de parlamentares que serão ‘carimbados’ com um selo negativo para serem rejeitados no pleito do próximo ano, quando o Brasil vai eleger o seu presidente, governadores, senadores, deputados federais e deputados estaduais. Segundo os organizadores, a meta é apostar cada vez mais nas redes sociais para provocar uma ‘renovação no Congresso Nacional’. A lista ‘Tchau queridos’, produzido em parceria com o Ranking dos Políticos, deverá ficar pronta até o final do ano, com os nomes de deputados e senadores, incluindo ‘todos os parlamentares federais com ficha suja na justiça e que tiveram mau desempenho no Congresso’. Segundo os organizadores, os critérios do Ranking foram ampliados para compor com a metodologia do Vem Pra Rua, ‘resultando num índex negativo de parlamentares’. “A ideia é mostrar aos eleitores brasileiros uma espécie de ‘raio X’ dos políticos, para que eles possam escolher com conhecimento e consciência em 2018”, declarou Rogerio Chequer, líder do Vem Pra Rua. ‘Tchau queridos’ vai analisar os congressistas a partir de critérios objetivos como presença nas sessões do parlamento, gastos de gabinete, como votou nas mais importantes decisões dos últimos 3 ou 4 anos, se está envolvido em processos judiciais e sua gravidade, formação acadêmica e filiação partidária, assim como mudanças de partido. Vem pra Rua informou que o índex deverá estar concluído até dezembro. “Assim que pronto, tanto o Ranking como o Vem pra Rua passarão a divulgar em suas redes sociais por que aquele candidato X não merece ser reeleito”, destaca o movimento. “O levantamento é feito pelo Ranking dos Políticos, que já tem uma metodologia para avaliar políticos, já faz isso há alguns anos. O que há de novo é que o Vem pra Rua incluiu alguns critérios no Ranking, como por exemplo deputados e senadores envolvidos em processos judiciais, penais, algumas votações importantes, como por exemplo o projeto 10 Medidas contra a Corrupção, Fundo Eleitoral e como os parlamentares votaram estão sendo usados como critério de avaliação, além dos itens básicos como presença, gastos de gabinete, projetos propostos e outros.”

Politicalivre