Prefeitura do Prado providencia novos locais para os resíduos sólidos recolhidos no município

lixao_de_limeira_2

A crise financeira está ai, batendo nas portas das famílias brasileiras, todos os dias. Esse problema é enfrentado diariamente também pelas administrações públicas de todo o Brasil. Não fossem os problemas diários, ainda preocupam as questões ambientais.

Enquanto os aterros sanitários não ficam prontos nos milhares de municípios brasileiros – o que não há previsão de acontecer, sobretudo, após a atual crise econômica – a Prefeitura do Prado vem providenciando novos locais para o armazenamento do lixo produzido pelas famílias pradenses.

De acordo com o Secretário de Obras e Serviços Urbanos, Marcos Mafra, a medida visa minimizar o impacto com o descarte dos resíduos sólidos. “Os aterros deveriam ter sido construídos até 2014. O prazo foi estendido e não há previsão, diante do atual cenário econômico”, argumenta.

Segundo a Secretária de Meio Ambiente, Benedita Barreto, “o município do Prado está remanejando o lixo para outros locais mais distantes do espaço urbano e de áreas de proteção ambiental”, destaca.

A Prefeita do Prado, Mayra Brito, informou que os novos locais foram providenciados em diferentes pontos do município. “Nosso governo tem trabalhado para melhorar a qualidade de vida da população e o lixo é uma questão que muito nos preocupa, por isso, conseguimos novos locais em Limeira, Corumbau, Cumuruxatiba e na própria sede do município para o descarte do resíduo sólido produzido pelas famílias pradenses”, afirma.