Prado: Vereadores aprovam as contas da prefeita Mayra Brito por 8 votos a 3

A votação aconteceu durante a sessão legislativa desta terça-feira (21), aprovando as contas da Prefeita do Prado, Mayra Brito, referentes ao exercício financeiro de 2015.

Oito dos vereadores derrubaram o Parecer N.º 02142e16, emitido pelo Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia (TCM/BA), que opinou pela reprovação, após analisar os gastos do dinheiro dos cofres públicos do município pradense, sobretudo, por causa da aplicação de 69,56% da receita com despesas de pagamento funcionários.

No final, o placar de oito votos favoráveis à prefeita se confirmou dentre aqueles que integram o grupo de sustentação do governo.

O Presidente da Câmara de Vereadores de Prado, Diógenes Ferreira Loures (conhecido como ‘Jorginho do Guarani’), disse que a prefeita tem de fazer cumprir os índices previstos em leis, mesmo com a queda na arrecadação, sem comprometer as necessidades do município, principalmente, garantir emprego e renda para o cidadão. “Os tribunais analisam a receita e as despesas, segundo critérios estabelecidos em lei, mas, quem está na gestão pública é que sabe as dificuldades, num momento difícil por que passa o nosso país”, argumentou ao declarar seu voto favorável à aprovação das contas.

ÍNDICE DE PESSOAL – Em 2017, segundo a União dos Prefeitos da Bahia (UPB), 75% das prefeituras baianas tiveram de realizar demissão em massa, como medida extrema para garantir o cumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), que limita em 54% da receita o gasto com a folha de pessoal.

Diógenes Marques/Primeiro Jornal