Prado vai implantar coleta seletiva de lixo

Prado vai implantar coleta seletiva de lixo

“O lixo recolhido no município do Prado vai passar por uma coleta seletiva e os materiais separados vão garantir importante fonte de renda à população pradense”. O anúncio foi feito pela Secretária Municipal de Meio Ambiente, Benedita de Jesus, nesta quinta-feira, dia 29.

O descarte do lixo, ambientalmente correto, está previsto em lei para ser realizado em todo o país até o ano de 2018. A meta inicial era atingir esse objetivo até o ano de 2014, quando todos os municípios brasileiros deveriam ter implementado políticas de gerenciamento do lixo e construído os aterros sanitários. 

Na prática, sem o dinheiro necessário, a grande maioria dos municípios passou a depender de recursos financeiros do governo federal para implementar essa meta e isso não ocorreu dentro do prazo estimado. O que aconteceu? O prazo foi esticado e a obrigatoriedade empurrada pra frente. Alguns municípios, no entanto, estão discutindo soluções alternativas e procurando seguir em frente, colocando o projeto em ação.

A iniciativa em Prado, segundo a secretária, faz parte das metas previstas no Plano Municipal de Gerenciamento Integrado de Resíduos Sólidos. A proposta de separação dos resíduos visa fortalecer as cooperativas de reciclagem e catadores de lixo, diminuindo a quantidade de lixo destinado ao aterro sanitário. “Se levarmos para o aterro tudo o que é recolhido passaremos a ter um novo lixão. Portanto, pedimos o apoio da população, pois isso é uma questão de educação e não dá pra fazer da noite pro dia. Requer tempo, requer hábito até se tornar um costume”, argumenta.