Mandela segue ‘muito doente’ e não consegue falar, diz ex-mulher

O ex-presidente da África do Sul, Nelson Mandela, permanece “muito doente” e está incapaz de falar por causa dos tubos em seus pulmões, disse neste domingo (17) sua ex-mulher a um jornal sul-africano. “Ele continua muito sensível a qualquer germe, por isso tem que ser mantido, literalmente, estéril. O quarto [em sua casa no subúrbio de Johanesburgo] é como uma UTI”, comparou Winnie Madikizela-Mandela ao Sunday Independent. “Ele tem 95 anos de idade e é difícil para ele, por causa de todos os tubos que estão em sua boca para limpar seus pulmões e prevenir uma infecção recorrente”, completou. Segundo Winnie, o ex-líder antiapartheid tem se comunicado apenas por expressões faciais. Mandela está em cuidados médicos intensivos desde 1º de setembro, quando recebeu alta após quase três meses de internação em um hospital da capital Pretória, por conta de uma infecção pulmonar recorrente.